Viagem ao centro do eu

Atualizado: 8 de Set de 2019

"Tudo é uma questão de manter a mente quieta, a espinha ereta e o coração tranquilo"


Sabe aquela sensação -- que você já deve ter presenciado -- de leveza, paz, coração tranquilo, cheio de alegria, plenitude e sentindo amor até pelo português da padaria? Quantas vezes você tem sentido isso na sua vida? Todos os dias? Semanalmente? Uma ou duas vezes no mês? Qual é a frequência que tem contato com essas sensações? Se nunca pensa nisso comece a prestar atenção pois esse é o melhor estado do nosso ser. E ele precisa ser alimentado.



Quando alcançamos essa dimensão nos encontramos com nosso eu superior que é o divino que há em nós. Estar nesse estado de paz e presença nos proporciona um autoreset. Ou seja, um retorno ao nosso modo natural, verdadeiro, que nos habilita a atuar como criadores.


Quanto mais consciência temos do nosso poder divino, mais interferência consciente manifestamos na nossa vida. Nosso estado interno é a chave para criar nossa realidade. Assim, se imergirmos em nossa essência, ampliarmos nosso autoconhecimento, criaremos maravilhas e nossa vida será muito melhor.


E por que as pessoas não dão muito valor a isso? Por que a gente não se empenha pra ter sempre esse beautiful state? Entre outros motivos porque não fomos educados para isso. E para piorar não temos tempo para nos observar. Somos muito sugados pela rotina, pelos compromissos sociais e de trabalho. Dizer que estamos na correria é legal!


É valoroso correr atrás das nossas coisas, sim. Mas daquelas que realmente são importantes para nós. E a maneira de fazer isso não precisa ser estressante. Não precisamos pagar qualquer preço para alcançarmos o que queremos conquistar.


Se não nos observarmos perderemos muito tempo e energia correndo atrás de sei lá o quê! De coisas inúteis, irrelevantes e desgastantes. Se deixarmos a vida sem rédeas, seremos engolidos pela roda viva, pelo caos e quando notarmos a vida passou. E o que a gente fez com a gente? O que escolhemos viver?


Imagem: http://marincendio.blogspot.com/2011/02/amor-al-caos.html

Teoria do Caos

A ação é fundamental mas precisa estar balizada pela autoconsciência. Já ouviu falar em entropia? Essa teoria explica que tudo o que acontece no universo é caótico e tende à desordem. Por isso a ação é importante. Mas ação com consciência do que queremos. Se largarmos nosso cavalo ele vai desembestar e parar sabe-se lá em qual lugar.


Então para tudo agora! Dá um tempo. Faz uma pausa e olha pra dentro. Respira. Faz algumas respirações profundas e serenas. E se pergunta: o que é isso que estou sentindo? O que eu quero viver? Estou existindo na vida que quero? E se as respostas forem negativas, não tem problema, sempre dá para reverter! Mas precisará olhar para dentro e se perguntar o que fazer. Você saberá a resposta se quiser ouvir. Aí vai e faz o que precisa ser feito para não cair na entropia. Faz. Nem que seja um pouquinho por dia mas faz.



Se as coisas até então não estavam boas saiba que você está vivendo essa vida porque escolheu. Você não é vítima. A não ser de você mesmo. Então não reclame, aja com consciência e mude tudo.


Agora se você já está vivendo a vida que escolheu, aquela que sonhou, que bom! Só precisa expandir mais isso. Em você e para os outros. Ajude os que estão a sua volta a encontrar esse caminho de plenitude. Para ambos os casos se não sabe como começar dou uma sugestão: meditação.



Meditação nada tem a ver com religião. Porém muitas delas usam essa prática como instrumento para alcançar maior consciência e espiritualidade. Já imaginou você podendo usar muito mais do potencial de sua mente para seu bem estar? Quem não quer isso?


Então crie esse hábito. Se permita parar por uns instantes. Não precisa de muito tempo. Para começar sugiro que faça assim: antes de se levantar de manhã sente na cama com a coluna ereta e tente se desligar do que está fora. Ao acordar sua mente está em frequência de ondas alfa ou theta o que facilita a meditação.


Talvez no começo seja difícil, mas fique cinco, dez minutos em silêncio e respirando com calma. Sei que sua mente ficará ali fervilhando e seu ego tentará de tudo para que não consiga se desconectar do mundo externo, mas insista. Praticando cada vez ficará mais fácil. Há várias técnicas simples para meditar. Você pode apenas prestar atenção na respiração, no ar que entra e sai naturalmente dos seus pulmões. Se sua mente devanear tudo bem, seja perseverante e traga a atenção de novo para a respiração. E assim vai. Se distrai, volta, distrai e volta.


Não ache que no começo vai sair levitando, provavelmente nem você e nem eu nunca levitaremos. Talvez você não consiga meditar, até hoje para mim é difícil. Mas não faz mal, muito pelo contrário, a curto ou médio prazo essa paradinha que você fizer lhe trará enormes benefícios. E se você persistir a cada dia atingirá estados mais profundos e restauradores do ser. E aí você vai sentir uma diferença monumental na sua vida. Muitos insights e sincronicidades ocorrerão. E você atrairá e criará tudo aquilo que deseja: prosperidade, paz, amor...



Dicas da Lau


Prem Baba conduz a uma prática de meditação

https://www.youtube.com/watch?v=tgY1srECC0Y


Monja Coen ensina a meditação zen-budista

https://www.youtube.com/watch?v=r_oozyhRYQU


Meditação Soul Sync

https://youtu.be/BG4JbptJ2zw


Baixe grauitamente o app Insight timer

https://insighttimer.com/


Se precisar de ajuda ou mais informação

https://www.desenvolvimentointegral.com/meditacao

52 visualizações
  • Preto Ícone YouTube
  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon

© 2018 por Laura Abreu