Criaturinhas esculpidas em lã

Atualizado: 8 de Set de 2019

Meu mármore é lã. Meu David pode ser um elefante gay, baleia, unicórnio. Descobri a feltragem no Instagram. Sem querer. Pensando bem ela quem me achou. E aí fui possuída por essa técnica. Virei noites e mais noites agulhando lãs (e meus dedos) até elas se transformarem em pinóquio, cactus, flamingo, anjos, diversas esculturinhas.


Aprendi sozinha. Assisti muitos tutoriais: Youtube, Pinterest. O que não falta é informação de tudo o que se queira aprender. Comprei agulhas, lãs e me joguei.



Não achava que tinha aptidão para fazer esculturas. Mesmo assim tentei. E a coisa fluiu. A cada peça desenvolvida um prazer imenso. Bom demais ver o resultado. Minhas amadas criaturinhas! Às vezes sinto que elas estão vivas dentro do armário onde ficam guardadas. Tipo filme da Disney. Conversam e brincam quando não estou vendo, mas basta eu ameaçar abrir a porta para ficarem inertes. Qualquer hora dessas as surpreenderei vivas :)



A feltragem é terapêutica, nos deixa presente em nós, enche o coração de ternura e revive a criança alegre que ainda nos habita. Fortalece a autoestima, autoconfiança e criatividade. Experimentem!


Abaixo tutorial bem fácil de uma ratinha bailarina


Importante: as agulhas têm farpas de metal e quando espetam os dedos doem muito!!! É preciso ter cuidado e atenção. Recomendo o uso das dedeiras de couro quando for preciso agulhar muito perto dos dedos.


Para as estruturas uso arame encapado ou arame de limpar cachimbo. Prefiro esse último porque é revestido de chenile. Esse material ajuda na aderência da lã ao arame.


Dica: No Aliexpress o material é bem mais barato. Demora a chegar mas vale a pena a espera.


#feltragem #needlefelting #needlefelt #agulhagem #lã #merino #artesanato #escultura

37 visualizações
  • Preto Ícone YouTube
  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon

© 2018 por Laura Abreu