artesania

Atualizado: Set 26

alinhavar bainhas em almas e vestes

: marias, manas, bastianas

coesas (reta)guardam

bastidores de antepassadas

tecedeiras

bordam quase memórias

ziguezagueando texturas

em arcabouços e esqueletos

cantigas à beira da lenha

: entoam gemidos,

júbilos, saudades...

as tecelãs, e suas rijas tramas,

furam pontos atrás puídos, rotos

que de súbito se desfazem

fios, meadas e fibras em crop

círculos entrelaçam-se

em telas encruadas

estalos e brasas, águas,

ervas e cascas de árvores

forjam tinturas escaldadas

em cores e vapores

orações e (sacro) ofícios.

o tear bate, range tenso

: algodões, vanguardas,

anjos alados e cactos

na urdidura polvilham nós,

içam laçadas, e no final

: o arremate cosido por rostos

vincados


Laura A


32 visualizações
  • Preto Ícone YouTube
  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon

© 2018 por Laura Abreu